EN
EN

Custo de pós-produção será menor com nova tecnologia de captação de imagens, diz analista da FIRJAN

09/03/2017 | Fonte:

Em palestra no RioContentMarket, o analista técnico setorial do Sistema FIRJAN, André Scucato, destacou o uso da nova tecnologia de captação de imagens por meio do campo de luz. Conhecida como ‘light field’, o novo sistema quebra paradigmas ao fazer a captura total dos raios de luz, ou seja, obtém todos os possíveis focos de imagem.

De acordo com o especialista, que falou para um público de especialistas e interessados em audiovisual, a tecnologia foi desenvolvida para a câmera Lytro Illum, usada tanto para fotografias quanto para produção de vídeos. A imagem passa a ser medida em megarraios e não em megapixels, onde foco passa a ser ajustado na pós-produção e não no momento em que ela é registrada.

“A qualidade da imagem é impressionante e as possibilidades de manuseio enormes”, destacou Scucato, afirmando que a nova tecnologia facilita e diminui os custos do trabalho de pós-produção de imagem como, por exemplo, eliminar o uso do croma key. André destacou ainda as possibilidades estéticas e técnicas no processamento das imagens, como HDR e RAW.

Participando do bate-papo, o coordenador operacional de Educação Profissional do SENAI Rio, Fernando Rezende, informou que há no Rio de Janeiro cursos voltados para atender às demandas da indústria do audiovisual. Ele destacou que a grade de cursos é desenvolvida em parceria com as empresas do setor.

“Temos um comitê técnico setorial que discute o perfil do profissional que a indústria quer ver formado, com as devidas competências para atuar no mercado. É esse alinhamento que o SENAI de Laranjeiras proporciona ao aluno e ao mercado”, afirmou Rezende.