EN
EN

Sony - comprometidos com a inovação

09/03/2017 | Fonte:

Marie Jacobson, vice-presidente executiva de Produção e Programação da Sony Pictures Television Networks, abriu o primeiro dia de atividades no RioContentMarket 2017 analisando diversos assuntos referentes principalmente à produção original e às plataformas de streaming.

“Hoje em dia é comum ouvirmos: ‘No mercado tem menos dinheiro e é preciso produzir mais coisas que antes’. Mas nós da Sony pensamos que essa é a parte divertida: encontrar e desenvolver os novos modelos nesse novo contexto”. Como exemplo, Jacobsen mencionou um pitching de roteiristas realizado na Universidade UCLA, nos Estados Unidos, com o objetivo de procurar novos olhares para as produções. Assim surgiu o nome de Oden Ruskin, diretor da nova série ‘Absentia’, que estreará na plataforma de streaming da Sony, Crackle, em seis meses.

“ ‘Absentia’ é um novo modelo que nunca tínhamos visto, porque faltam seis meses para a estreia e a série já está sendo comercializada através de trailers caseiros, posts criativos de usuários e muita exposição nas redes sociais. Nesse produto não gastamos o orçamento habitual de estúdio, mas estamos fazendo porque realmente acreditamos em talentos emergentes com novos olhares”, disse a executiva.

No Brasil, uma das produções de “alto impacto” da Sony é ‘Negociando com tubarões’, produzido pela Floresta Produções e surgido do formato do reality japonês ‘Dragon’s Den’. Outro caso de sucesso mencionado pela executiva foi ‘Skeleton Crew’, série co-produzida nos Estados Unidos e adaptada na Polônia. “A Polônia não tem nada parecido a uma sala de roteiristas. Mas nós sentamos com um grupo de escritores polacos para escrever nove novos episódios orientados ao público dos Estados Unidos”. A explicação é que a companhia realmente precisa de parceiros para impulsionar a criatividade, distribuir melhor os riscos e aumentar as possibilidades de encontrar o próximo grande sucesso.

A Crackle, propriedade da Sony, foi uma das primeiras plataformas de streaming na América Latina, inicialmente pensada como serviço de catch up TV. Porém, após alguns anos de atividades pouco expressivas, o site está se tornando a nova aposta do estúdio para a região. “Estamos apenas começando, mas isso mostra o compromisso da Sony com a inovação, pois estamos pensando a Crackle como uma plataforma personalizada para o Brasil e para a América Latina, que funcione como uma solução para os nossos sócios de TV paga”. Nesse sentido, a executiva afirmou que o Brasil está entre os cinco mercados mais importantes no setor over-the-top (OTT) do mundo, com um crescimento de 25% nesse nicho apenas em 2015.