EN
EN

Com base em pesquisa, Discovery Networks Brasil fala sobre branded content e analisa desafios das produtoras brasileiras nesse tema

03/03/2017 | Fonte:

Unir marcas e produtores na criação de conteúdo audiovisual relevante para o público é um novo desafio dos canais de TV. Uma pesquisa idealizada pela Discovery Networks Brasil investigou a recepção do público com relação a branded content nos programas da rede, e como trabalhar melhor nesse mercado.

Foram realizadas duas pesquisas qualitativas em parceria com a MillwardBrown. O reality ‘Batalha dos Confeiteiros Brasil’, por exemplo, foi assistido por 10 grupos de mulheres das classes AB e C, entre 18 e 45 anos. Para avaliar os programas ‘Com que receita eu vou?’, ‘Cozinhando no Supermercado’  e ‘E agora Chef?’ foram criados seis grupos de discussão com mulheres de classe AB, entre 25 e 49 anos que assistem TV paga, reality shows e eram espectadoras dos programas.

"O público entrevistado mostrou que não existe problema algum em utilizar as marcas dentro dos programas de maneira natural, pois essa inserção ajuda a audiência a se informar dentro de um contexto de entretenimento”, explica Cris Orlandi, gerente de Solutions para Branded Entertainment da Discovery Networks Brasil. As marcas apresentadas nos programas de culinária conseguem transmitir a qualidade dos produtos e novas formas de cozinhar em casa, encorajando a audiência. Ao mesmo tempo, quando os ingredientes surgem naturalmente no decorrer da receita, sem uma interrupção que apresenta o produto de forma descontextualizada, as marcas não incomodaram as telespectadoras, justamente porque não rompem com a narrativa do programa.

Somente em 2015, ano no qual se baseia a pesquisa, foram desenvolvidos pela Discovery 50 projetos em diversos formatos para TV, internet e outras plataformas próprias da rede de canais ou de clientes, empresas como Pão de Açúcar, Açúcar União, Friboi, entre outros.

Na outra ponta do negócio, é cada vez mais necessário que as produtoras passem a pensar mais nesse nicho, acredita Orlandi. "É um papel novo dentro das produtoras. Quem faz conteúdo para televisão precisa se adaptar, assim como as produtoras que têm mais conteúdo de publicidade no repertório. Tem de haver essa intersecção para que as marcas surjam nos programas como um personagem. Não pode haver apenas posicionamento de produto".

A executiva apresenta a pesquisa ‘Desbravadores’ no dia 8 de março, na sala 3 do RioContentMarket, das 12h15 às 13h, com a moderação de Patrícia Weiss, presidente da BCMA South America, produtora executiva do Asas.br.com e consultora estratégica de Branded Entertainment & Content.

Durante o RioContentMarket 2017, uma série de painéis explora esse segmento, com a participação de representantes de marcas, produtoras e canais. Estão confirmadas também participações de companhias como Facebook, Johnson & Johnson, Cola-Cola, Turner, Viacom, entre outras.

Confira aqui a programação completa do RioContentMarket.