EN
EN

Novos canais, distribuidoras, agregadoras e produtoras confirmam participação nas Rodadas de Negócios.

24/11/2016 | Fonte:

As Rodadas de Negócios do RioContentMarket 2017 terão algumas novidades. As empresas Fenix Filmes, Encripta e Boulevard Filmes e os canais Chef TV, FishTV e Canal Rural já confirmaram a primeira participação no evento.

A executiva de Programação do Chef TV, Débora Abreu, diz que o RioContentMarket ganhou relevância nas últimas edições, com a geração de contatos e negócios positivos para o mercado. “Estar no RioContentMarket, um evento tão renomado, e em contato com as produtoras nos auxiliará na captação de parceiros e conteúdo de todo o Brasil, afinal nossa gastronomia está distribuída pelos quatro cantos do país e há muito o que se explorar”, diz.  

Para Abreu, o mercado audiovisual está em pleno crescimento e a produção brasileira vem se desenvolvendo com qualidade. “O segmento da gastronomia é uns dos que mais estão em alta no momento, tanto na TV por assinatura quanto na TV aberta, assim como em outras plataformas. O volume de conteúdo cresce a cada minuto, mas há muito que criar e desenvolver, basta ter criatividade e talento”, comenta a executiva. 

A Boulevard Filmes, no mercado de distribuição desde 2014, tem interesse em filmes brasileiros de ficção. “Esperamos encontrar no RioContentMarket histórias interessantes, especialmente de produtoras fora do eixo Rio-São Paulo, que tragam novos olhares. Estamos totalmente abertos”, diz Henrique Schuck, coordenador de Distribuição e Aquisição da empresa. “O evento atrai gente do Brasil inteiro e vários lugares do mundo para um momento de troca de ideias muito importante para o mercado”, completa.

Outra novidade nas rodadas é a Encripta, empresa de tecnologia voltada para a distribuição digital, que já participou de várias edições do RioContentMarket, mas ainda não tinha integrado o grupo de players. “Queremos estar mais presentes no evento, que atingiu uma dimensão importante para o mercado. Estamos em um momento de transformações profundas, em que tenho percebido um equilíbrio maior no segmento de distribuição, que até então estava muito concentrado nos canais de TV Aberta e de TV Paga. Hoje, há espaço crescente para a distribuição digital, que contribui para escoar a demanda de produção no Brasil”, explica Luiz Bannitz, diretor de Aquisições da empresa. 

Bannitz avalia que a produção de audiovisual no Brasil deu um salto de qualidade nos últimos anos e também tem se preocupado mais com o tema da distribuição. “Há, inclusive, novas linhas de incentivo voltadas para distribuidores, o que sinaliza uma preocupação maior com essa área”, diz. Nesse sentido, um dos desafios do mercado brasileiro é produzir conteúdos que interessem também ao mercado internacional. 

As inscrições para apresentação de projetos nas Rodadas de Negócios vão de 5 a 16 de dezembro. Os selecionados terão uma agenda de reuniões exclusivas com os players. Mais informações aqui.